Planilha de simulação de remuneração líquida para negociações salariais

Em meio a esse período de incertezas no mercado financeiro, com direito a alta do dólar, inflação sobre produtos e serviços essenciais e de apelo ao consumo amplificado pelas redes sociais, está cada vez mais difícil fazer a renda familiar esticar até o final do mês.

Algumas vezes, a remuneração recebida pela atividade que desenvolvemos é boa e tudo o que falta é um pouco mais de organização de nossa parte para priorizar o controle da destinação de nossas próprias receitas. Para esse tipo de situação, talvez valha a pena dar uma geral nos gastos mensais e dívidas assumidas no ano, com o auxílio de uma planilha de orçamento familiar ou pessoal, por exemplo.

Mas há casos, porém, em que percebemos nossa contribuição como agregadora de valor em maior medida para nosso empregador do que o retorno financeiro atualmente recebido, o que nos compele a procurar aproveitar uma boa oportunidade para negociar uma melhoria.

Considerando que você já tenha abertura para apresentar uma proposta de aumento salarial ao seu chefe, ao seu patrão ou ao sindicato de sua categoria profissional: quanto seria justo e suficiente?

Segundo o DIEESE, o salário mínimo necessário para que uma trabalhador possa sustentar uma família de até dois adultos e duas crianças foi de R$ 2.860,21 em junho deste ano (veja a análise mensal), o que daria uns R$ 2.260,00 (79%) após os recolhimentos de imposto de renda e da previdência oficial, desprezando a eventual dedução de dependentes do IR.

Acontece, no entanto, que a opção por uma atividade profissional também requer do trabalhador alguns custos adicionais, que podem incluir desde deslocamentos maiores, perda de oportunidades de trabalho extra por questões de localização distante, horário de trabalho extenso ou de exclusividade, até, no caso dos músicos de uma orquestra, o custo com a aquisição e a manutenção dos próprios instrumentos de trabalho:

[…] Eu entendo as dificuldades de manter a família, por exemplo, com um salário que não o valoriza. É importante salientar que essa é uma das poucas profissões em que o instrumento de trabalho (e sua manutenção) é fornecido pelo trabalhador, e não pela empresa. E os valores são altíssimos. (Maestro Marlos Nobre, regente da OSR)

Essa primeira versão da planilha de simulação de remuneração líquida foi elaborada com a intenção de auxiliar na estimativa de remuneração total, com base no valor líquido disponível que você deseja obter a partir do seu trabalho.

Utilizando a planilha

  1. Indique quais vantagens são passíveis de recolhimento de imposto de renda e de contribuição previdenciária;
  2. Especifique o valor da alíquota de contribuição previdenciária: 8%, 9% ou 11% para Regime Geral (INSS) ou outro valor percentual para Regime Próprio (fundos de aposentadoria de servidores públicos);
  3. Acrescente os custos inerentes à atividade ou associados à permanência no seu emprego atual; e
  4. Avalie através dos valores calculados e gráficos automáticos se o valor líquido final continua atraente.


Baixar gratuitamente

Simulação de remuneração líquida para negociações salariais